23 de dezembro de 2016

Ministério da Defesa:autoriza Concurso Público Marinha do Brasil 2017

Marinha tem concurso autorizado para 260 vagas para todos os níveis de escolaridade. As vagas são para atuar em projetos inseridos no Plano Hidroviário Estratégico (PHE), no Plano Nacional de Integração Hidroviária (PNIH), no Programa Nacional de Dragagem (PND). Os profissionais serão contratados por tempo determinado. 


Ministério da Defesa autoriza Concurso Público Marinha do Brasil 2017.

O Ministério da Defesa (MD), autorizou a realização de concurso público para 260 vagas na Marinha do Brasil para atuar em projetos inseridos no Plano Hidroviário Estratégico (PHE), no Plano Nacional de Integração Hidroviária (PNIH), no Programa Nacional de Dragagem (PND), em obras de hidrovias e portos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e em projetos relacionados a portos organizados e instalações portuárias.

O edital de abertura das inscrições concurso público Marinha do Brasil 2017, será divulgado no Diário Oficial, a partir de dezembro de 2016.

As vagas são para cargos em todos os níveis de escolaridade. Os profissionais serão contratados por tempo determinado.

Do total, 154 vagas são para administrador, analistas ambiental, de processos, de projetos e de sistemas, arquiteto, bibliotecário, engenheiro civil master e júnior, engenheiros de construção naval júnior, de sistemas de computação júnior, eletricista júnior, hidráulico júnior, mecânico júnior, oceânico júnior, máster e sênior, especialista em ciências náuticas, geólogo, oceanógrafo, agentes administrativo e de telecomunicações, artífice de artes gráficas, de artes gráficas - arte finalista, de carpintaria, de eletricidade, de estrutura de obras e metalurgia e de mecânica, motorista, técnicos em administração, cartografia, construção naval, contabilidade, edificações, informática, manutenção automotiva, manutenção de refrigeração, máquinas navais e metalurgia, além de auxiliar operacional de serviços de engenharia.

Outras 106 vagas são para administrador, analista de processos e de sistemas, arquitetos, engenheiros cartográficos agrimensor junior, master e sênior, engenheiro de produção junior, master e sênior, engenheiros de sistemas de computação júnior, master e sênior, estatístico, tradutor, técnicos em cartografia e cartografia-geoprocessamento, comunicação visual, informática e manutenção automotiva.

A atuação será nos serviços de sinalização náutica, cartografia e levantamento hidrográfico, além de apoio aos projetos de infraestrutura hidrológica.

A contratação de profissionais autorizada nesta Portaria dependerá de prévia aprovação dos candidatos em processo seletivo simplificado ou, quando couber, mediante a análise de curriculum vitae, conforme art. 3º, § 2º, da Lei nº 8.745, de 1993, e será sujeita à ampla divulgação, inclusive por meio do Diário Oficial da União.

O prazo de duração dos contratos deverá ser de até 1 ano, prorrogável conforme o caso, desde que a prorrogação seja devidamente justificada com base nas necessidades das atividades.

O edital de abertura das inscrições será divulgado no Diário Oficial, a partir de dezembro de 2016.

Por G1 23/12/2016 10h05.

Postagens Recomendadas × +