4 de dezembro de 2016

Em Sergipe: concurso Sejuc SE para guarda prisional ficar para 2017

Em Sergipe, autorização de concurso Sejuc SE para guarda prisional ficar para 2017, com a previsão é de 312 vagas para a Sistema Prisional de Sergipe. A remuneração inicial de R$ 2,2 mil para o novo concurso da Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor. A publicação do edital deve ocorrer ainda neste semestre de 2017.

A realização do aguardado concurso para guarda prisional do Sistema Prisional de Sergipe (Sejuc-SE), deve ficar mesmo para meados de 2017. A seleção vem sendo aguardada desde 20 de julho, quando autorizada pelo governador em exercício, Belivaldo Chagas. 

Desde então, uma comissão especial, formada por representantes da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão de Sergipe (Seplag/SE), da Justiça e Cidadania (Sejuc-SE), Procuradoria Geral do Estado (PGE/SE) e do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Secretaria de Estado da Justiça (Sidpen) trabalha na elaboração do edital.

A seleção ainda depende de aprovação de um projeto de lei que visa alterar a lei complementar 72 , de 3 de julho de 2002, que dispõe sobre a carreira dos servidores do Sistema de Segurança Prisional.

A comissão é formada por dois representantes da Seplag, um da Procuradoria Geral do Estado (PGE), um dos sindicato dos guardas prisionais e dois da Secretaria de Justiça e Defesa do Consumidor (Sejuc SE)

Assim que concluído, o projeto será encaminhado pelo Executivo à Assembleia Legislativa.

Informações preliminares são de que o concurso deverá ser para o preenchimento de 312 vagas, com exigência de ensino médio e remuneração de R$ 2.200, para jornada de trabalho de 40 horas semanais.

De acordo com o secretário de justiça, Antônio Hora, que esteve presente no Palácio de Despachos com o governador Belivaldo Chagas quando da assinatura da autorização do concurso, a publicação do edital deve ocorrer ainda neste segundo semestre. “Vamos colocar mais agentes no sistema e assim oferecer um serviço de maior eficiência”, disse o governador.

Um dos motivos pelo reforço no quadro diz respeito ao fato de que o governo deve inaugurar dois novos presídios em breve, em Estância e Areia Branca.

Postagens Recomendadas × +