5 de janeiro de 2017

Concurso público da PF - Polícia Federal, previsto para 2017

Foi publicado pelo Presidente da República Michel Termer, no Diário Oficial da União, o decreta Lei 5865/2016, que altera a remuneração para as carreiras de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal da Polícia Federal (PF) para o concurso público em 2017.

O concurso público PF - 
Polícia Federal, está previsto para 2017 com o preenchimento de 558 vagas e vencimento básico de R$ 22.805,00 a R$ 28.262,24. O próximo passo será autorização por meio do Ministério de Planejamento (MPOG), para contratação da banca organizadora.

Das vagas e Salários

Com a aprovação do PL 5865/2016, os Delegados de Polícia Federal e os Peritos Criminais Federais, que ganham hoje iniciais de R$ 16.830,85 em 3ª Classe, passam a ter remuneração de R$ 21.644,37 em janeiro de 2017. Já na classe Especial, após progressão na carreira, o salário passa de R$ 22.805,00 a R$ 28.262,24.

Em relação aos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal, o salário de entrada passa de R$ 8.702,20 para R$ 11.439,86, chegando a R$ 17.039,24 na Classe Especial.

Para que a seleção ocorra, é preciso que o Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) dê parecer favorável em relação aos recursos financeiros disponíveis para o preenchimento das 558 vagas solicitadas. Apesar da autonomia garantida pelo decreto 8.326 de 2014, o que qual permite que a Polícia Federal realize concursos por conta própria, o MPGO ainda precisa confirmar a existência de verba, o que tem adiado a abertura da seleção.

CARGOS E NOVAS REMUNERAÇÕES

Para concorrer ao cargo de perito (67 vagas), é necessário ter nível superior em áreas específicas e, para delegado (491 vagas), superior em direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial, comprovados na data da posse. Agora, os vencimentos das funções são de R$17.288. O reajuste será feito de forma escalonada. Em 2018, delegados e peritos passam a ter vencimentos de R$23.130, subindo para R$24.150 em 2019.

Outros cargos de nível superior que serão beneficiados pela lei são os de agente, escrivão e papiloscopista, que vão ter iniciais de R$11.897, aumentando para R$12.441 em 2018 e chegando a R$12.980 no ano de 2019. Ainda não há previsão de novos concursos para estas carreiras.

Já estão inclusos em todos os valores a quantia de R$458 referente ao auxílio-alimentação.

ÚLTIMO CONCURSO PERITO E DELEGADO POLÍCIA FEDERAL

As últimas seleções para perito e delegado da Polícia Federal foram realizadas em 2012, organizadas pelo Cespe/UnB.

Para perito, o concurso contou com provas objetiva e discursiva, testes de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e análise de títulos. A parte objetiva contou com 120 questões de múltipla escolha, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Os aprovados em todas as fases foram submetidos a um curso de formação profissional.

No caso de delegado, a seleção contou com provas objetiva e discursiva, exames de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, análise de títulos e prova oral, além do curso de formação. A parte objetiva contou com 120 questões e a discursiva com três questões dissertativas, além da elaboração de uma peça profissional.

Na ocasião, foram registrados 35.800 inscritos para 100 vagas de perito e, para delegado, 46.633 participantes para 150 oportunidades. Para as vagas de perito, as opções foram para áreas de ciências contábeis ou econômicas, engenharia em diversas especialidades, ciências da computação, geologia, química, biomedicina, medicina, odontologia e farmácia.

Leia aqui a PL 5865/2016, publicado no Diário Oficial.

Fonte: Jornal Central dos Concursos.

Postagens Recomendadas × +