A realização de Concurso do TRESP, São Paulo 2016 já está prevista no Projeto de Lei Orçamentária para 2016 (Ploa), já sancionada pelo Governo Federal. A portaria que institui os trabalhos foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).
O TRE/SP - Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo confirma a abertura de edital previsto em 2016 para 66 vaga em cargos na Área administrativa para cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário. A remuneração inicial de R$5.425,79 a R$8.988,95. As vagas concurso público TRE SP em 2016 são de nível superior e nível médio. A seleção já possui uma comissão organizadora responsável pelo concurso do TRE-SP. Confira mais informações..

A realização de Concurso do TRESP, São Paulo 2016 já está prevista no Projeto de Lei Orçamentária para 2016 (Ploa), já sancionada pelo Governo Federal. A portaria que institui os trabalhos foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O edital será divulgado assim que a banca organizadora for definida. 

O cargo de técnico judiciário conta com exigência de nível médico completo e remuneração inicial de R$ 5.365,92. Já o analista judiciário tem exigência de nível superior e inicial de R$ 8.803,97.

Os servidores ainda contam com auxílio-alimentação, no valor de R$ 799 e assistência pré-escolar, de R$ 632, para quem tem filho de até 6 anos e 11 meses, além de adicional de qualificação e outras gratificações que podem elevar ainda mais os vencimentos.

Segundo a Secretaria de Gestão de Pessoas do TSE-SP, a expectativa é de que etapas como definição do cronograma e escolha da organizadora aconteçam somente a partir de julho de 2016, quando se encerra definitivamente a validade do último concurso, realizado em 2011. O órgão trabalha com a previsão de que o edital seja publicado no fim de 2016 com provas no início de 2017.

De acordo com o TRE - SP, as provas objetivas estão previstas para o primeiro trimestre de 2017, provavelmente entre fevereiro e março.

Último concurso para analista e técnico do TRE-SP

Em 2011 foram oferecidas 111 oportunidades, sendo 59 para técnicos e 52 para analistas. Foram chamados 601 candidatos e ainda há previsão de que sejam chamados mais 66 até julho/2016, quando o prazo de validade do concurso expirará.

A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas, que pode ser mantida para a próxima seleção. Para o cargo de técnico judiciário (área administrativa), a prova objetiva foi composta por 80 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos (Português, Interpretação de Textos, Redação Oficial, Noções de Informática e Noções de Arquivologia) e 30 de conhecimentos específicos (Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Regime Jurídico Único e Regimento Interno do TRE-SP).

O candidato tinha 04 horas para realização da prova. As disciplinas de conhecimentos básicos tinham peso 1 e as de conhecimento específico peso 3. Nesse concurso não houve prova discursiva para o cargo de técnico.

Postar um comentário:

0 comments:

Fale Conosco:
contato@apostilasconcursosopcao.com.br

Cadastre seu E-mail