Prefeitura de SP anuncia concurso para auditor fiscal tributário 2017. De acordo com o Jornal JC Concursos, o concurso Secretaria Municipal de Finanças - SMF/SP está programado para o primeiro semestre de 2017, com previsão de 100 vagas. Para concorrer, basta possuir curso de nível superior em qualquer área.
Prefeitura de SP anuncia concurso para auditor fiscal tributário 2017. De acordo com o Jornal JC Concursos, o concurso Secretaria Municipal de Finanças - SMF/SP está programado para o primeiro semestre de 2017, com previsão de 100 vagas. Para concorrer, basta possuir curso de nível superior em qualquer área.

Segue em analise para o primeiro semestre de 2017 a realização de novo concurso público para a carreira de auditor fiscal tributário municipal classe I SMF SP, da Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico de São Paulo. Quem possui curso de nível superior em qualquer área de formação e pretende ingressar no funcionalismo público, em uma carreira com estabilidade e remuneração invejável poderá contar com mais uma boa opção na área fiscal em 2017. 

O pedido de autorização do certame já está em análise na Secretaria Municipal de Gestão e, segundo informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Finanças de SP, o concurso deverá ser para o preenchimento de 100 oportunidades na carreira. 

A expectativa é de que o preenchimento das vagas seja autorizado já no início do ano, logo após a posse do prefeito eleito João Dória. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Finanças SP, o pedido é para que a nomeação dos aprovados ocorra nos meses de outubro de 2017 e junho de 2018, o que intensifica a intenção de publicar o edital ainda no primeiro semestre.

A remuneração inicial da categoria, já considerando os complementos, chega a R$ 16.273,72. O valor inclui remuneração básica inicial de R$ 2.243,46 e as parcelas variáveis, que correspondem à gratificação de produtividade fiscal individual, com limite de até R$ 8.648,79; e cumprimento de metas, com limite de até R$ 5.381,47, com jornada de trabalho de 44 horas semanais.

Seleção anterior
Quem pretende concorrer ao cargo já pode dar início aos estudos, tendo como base o conteúdo programático do concurso anterior, realizado em 2014. A oferta, na ocasião, foi de 98 vagas, sendo 80 para a área de gestão tributária e 18 para a área de tecnologia da informação. A banca organizadora, na ocasião, foi o Instituto Cetro.

A seleção foi composta de 240 questões objetivas, distribuídas por três provas com 80 cada, além de uma quarta prova, com uma redação sobre atualidades e três questões discursivas sobre legislação tributária e direito tributário.

Para a área de gestão, a primeira prova contou com questões sobre língua portuguesa (30), matemática, estatística e raciocínio lógico (20) e direito tributário (30). Na segunda, legislação tributária municipal (45), direito constitucional (10), direito administrativo (15) e direito privado e penal (10). Finalmente, na última, administração pública (15), economia e finanças públicas (20), auditoria (10), informática básica (10), contabilidade geral (15) e contabilidade aplicada ao setor público (10).

Para a área de tecnologia da informação, na primeira foram abordados temas de língua portuguesa (30), matemática, estatística e raciocínio lógico (20) e direito tributário (30). Na segunda, legislação tributária municipal (45), direito constitucional (10), direito administrativo (15) e direito privado e penal (10). Por fim, na última, tecnologia da informação (60), administração pública (10), contabilidade geral (5) e contabilidade aplicada ao setor público (5).

Fonte: JC Concursos

Postar um comentário:

0 comments:

Fale Conosco:
contato@apostilasconcursosopcao.com.br

Cadastre seu E-mail