apostila bacen analista

Concurso da Polícia Civil do Acre (PCAC)

Concurso da PC-AC (Polícia Civil do Acre Edital)

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, anunciou a comissão organizadora responsável por coordenar a realização do concurso da Polícia Civil do Acre (PC-AC). Serão ofertadas vagas para cargos efetivos. Ainda não há previsão para publicação do edital.

Em evento da abertura da Semana Estadual da Polícia Civil, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Tibério da Costa, também falou sobe o aumento do quadro de policiais e sobre a reforma das delegacias.

“Teremos em breve mais 259 novos policiais em nosso quadro e já recebemos a informação de que teremos delegacias reformadas à altura do que nossos policiais merecem. De modo que isso demonstra que quando o governo está em sintonia com os seus servidores tudo caminha para melhor”.

Os interessados podem conferir a comissão organizadora do concurso da Polícia Civil-AC pode conferir no Diário Oficial do Estado do Acre.

Sobre o concurso PCAC

  • Concurso: Polícia Civil do Estado do Acre (PC/AC)
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: a definir
  • Escolaridade: nível superior
  • Número de vagas: 259 vagas (anunciadas)
  • Remuneração: até R$ 15 mil (de acordo com o último edital)
  • Situação: COMISSÃO FORMADA!
  • Previsão p/ publicação do edital: 2019

Último concurso da PC AC

O certame ocorreu em 2017 e ofereceu 250 vagas de nível superior, distribuídas em cargos de Agente de Polícia Civil ( 176); Auxiliar de Necropsia (20); Delegado (18); e Escrivão (36), sob a execução do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE. As remunerações ofertadas variaram de R$ 3.00,78 a R$ 15.378,00.

Provas do último concurso PC AC

Os inscritos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, ambas, de caráter classificatório e eliminatório.

A avaliação objetiva teve duração de 5 horas e, para todos os cargos, exceto Delegado de Polícia, versou sobre as disciplinas de:
  • Língua portuguesa – 10 questões;
  • Noções de informática – 05 questões;
  • Raciocínio Lógico – 05 questões;
  • Noções de Direito Administrativo – 10 questões;
  • Noções de Direito Constitucional – 10 questões;
  • Noções de Direito Penal – 10 questões;
  • Noções de Direito Processual Penal – 10 questões;
  • Legislação de Direito Penal e Processual Penal Especial; Noções de Medicina Legal – 10 questões.
Já as provas objetivas para o cargo de Delegado de Polícia envolveu as disciplinas de:
  • Língua portuguesa – 05 questões;
  • Raciocínio Lógico – 05 questões;
  • Noções de Informática – 05 questões;
  • Direito Administrativo – 10 questões;
  • Direito Civil – 05 questões;
  • Direito Constitucional/Direitos Humanos – 10 questões;
  • Direito Penal – 20 questões;
  • Direito Processual Penal – 20 questões;
  • Medicina Legal – 05 questões;
  • Legislação Penal e Processual Especial – 15 questões.
Para não ser eliminado do concurso, os candidatos precisavam de obter, pelo menos, 50% dos pontos da prova objetiva.

A prova discursiva foi aplicada no mesmo dia da prova objetiva e teve duração de 3 horas. A avaliação foi composta de uma Peça Processual de representação para o cargo de Delegado de Polícia Civil e de redação de texto dissertativo para os demais cargos.

A nota total atribuída à prova discursiva foi 20 pontos.

Além das provas objetivas e discursivas, os candidatos também foram submetidos a:
prova de títulos;
prova de aptidão física – de caráter eliminatório;
exame psicotécnico – de caráter eliminatório;
prova prática de digitação – de caráter eliminatório (somente para o cargo de Escrivão);
exame médico e toxicológico – de caráter eliminatório (exceto para o cargo de Escrivão);
Investigação Criminal e Social – fase de caráter eliminatório, realizada com o candidatos aptos na fase de exame médico e toxicológico.

Fonte: Correioweb

Postar um comentário

0 Comentários