Mostrando postagens com marcador Tribunal de Justiça AM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tribunal de Justiça AM. Mostrar todas as postagens

10 de julho de 2018

Teixeira Concursos

Concurso TJ-AM: novo presidente anuncia concurso público em 2019

Presidente do TJAM anuncia novo concurso público 2019

Concurso TJ-AM: novo presidente anuncia concurso publico em 2019. Vagas serão para a capital e interior do Amazonas.

Foi anunciado, pelo novo presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Yedo Simões de Oliveira, na última quarta-feira, 4, a autorização de novo concurso público em 2019. As vagas serão para a capital e interior do Amazonas. Edital em breve. 

APOSTILA TJ-AM: MATERIAL DE ACORDO COM O EDITAL: Clique abaixo.

apostila concurso público TJ AM 2019

Na ocasião, também foram empossados o vice-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, o desembargador Wellington José de Araújo e o novo corregedor-geral, desembargador Lafayette Carneiro Vieira Júnior. 
“Já iniciamos um estudo de demanda relacionado à necessidade de provimento de servidores para a comarca de Manaus e as comarcas do interior e pretendemos lançar, em breve, o edital deste certame”, disse o presidente, em entrevista coletiva durante a posse, realizada no Teatro Amazonas.“Antes do lançamento, seguiremos todo o rito e consultaremos o Executivo quanto à possibilidade de alterações na Lei de Diretrizes orçamentárias (LDO), objetivando um incremento orçamentário para a promoção deste concurso e a conseguinte nomeação dos aprovados”, disse.

Últimos concursos para o TJ-AM - Tribunal de Justiça do Amazonas

O último concurso do TJ AM ocorreu em 2015, quando foram oferecidas 51 vagas para o cargo de notário de cartórios, destinadas a quem possui formação de nível superior em direito ou com dez anos de atividade na função.

Em 2013, o TJAM realizou um concurso para o preenchimento de 300 vagas, em diversos cargos, para todos os níveis de escolaridade, além de formar cadastro reserva de pessoal.

Das 300 vagas oferecidas, 20 foram para nível fundamental, no cargo de auxiliar judiciário. O nível médio foi contemplado com 149 vagas para a carreira de assistente técnico judiciário, e o nível médio/técnico ficou com 38 vagas nas funções de auxiliar de consultório dentário, editor gráfico, programador, suporte ao usuário de informática, técnico em telecomunicações e webdesigner.

Já para o nível superior foram reservadas 93 vagas, distribuídas entre diversas áreas, entre elas: Administração, Arquivologia, Direito, Designer Gráfico ou Desenho Industrial, Economia, Enfermagem, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, e outras.

Na época, as remunerações eram entre R$ R$1.833,75 e R$6.787,06 para jornada de trabalho de seis horas diárias. Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva.

Os aprovados foram contratados em regime estatutário, que garante a estabilidade. Em 2017, o antigo presidente do TJ-AM, Flávio Pascarelli, autorizou a convocação de 19 candidatos. A convocação foi para preencher vagas desocupadas por causa de exonerações de outros nomeados do mesmo concurso.

Fonte: Folha Dirigida / JC Concursos

Continuar lendo