17 de setembro de 2018

Teixeira Concursos

Concursos: 9 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher mais de 1 mil vagas

Concursos abretos: 9 órgãos abrem inscrições para preencher mais de 1 mil vagas

Concursos abertos: 9 órgãos abrem inscrições nesta segunda-feira (17), com oportunidades para 1.185 cargos de todos os níveis de escolaridade. Veja os órgãos com inscrições nesta segunda, nos Estados de Amapá, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Paraíba.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os salários chegam a R$ 24.818,71 no Tribunal de Justiça de São Paulo, que oferece 310 oportunidades de nível médio e superior e tem inscrições até 16 de outubro. Veja o edital no site do concurso.

Somente no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá tem 550 vagas de nível médio e com salários de até R$ 3.318,64. Veja o edital no site da organizadora do concurso.

Veja abaixo os órgãos que abrem inscrições nesta segunda:

Instituto de Administração Penitenciária do Amapá

Término das inscrições 15/10/2018
Vagas 550
Salário máximo R$ 3.318,64
Escolaridade médio
Estado Amapá
Veja o edital.

Polícia Civil do Paraná

Término das inscrições 09/10/2018
Vagas 100
Salário máximo R$ 5.752,41
Escolaridade superior
Estado Paraná
Veja o edital.

APOSTILA ESCRIVÃO DE POLÍCIA - Concurso PC PR 2018

Prefeitura de Palmópolis (MG)

Término das inscrições 01/10/2018
Vagas 30
Salário máximo R$ 2.250,00
Escolaridade médio e superior
Estado Minas Gerais
Veja o edital.

Prefeitura de Pedras de Fogo (PB)

Término das inscrições 19/10/2018
Vagas 121
Salário máximo R$ 2.860,48
Escolaridade fundamental, médio e superior
Estado Paraíba
Veja o edital.

Prefeitura de Guapirama (PR)

Término das inscrições 07/10/2018
Vagas 27
Salário máximo R$ 8.992,22
Escolaridade fundamental, médio e superior
Estado Paraná
Veja o edital.

Tribunal de Justiça de São Paulo

Término das inscrições 07/10/2018
Vagas 310
Salário máximo R$ 24.818,71
Escolaridade superior
Estado São Paulo
Veja o edital.

Prefeitura de Itambé do Mato Dentro (MG)

Término das inscrições 21/09/2018
Vagas 2
Salário máximo R$ 11.651,51
Escolaridade médio e superior
Estado Minas Gerais
Veja o edital.

Prefeitura de Varginha (MG)

Término das inscrições 18/09/2018
Vagas 11
Salário máximo R$ 5.368,23
Escolaridade superior
Estado Minas Gerais
Veja o edital.

Apostila Prefeitura de Varginha - MG - Oficial de AdministraçãoMotoristaAuxiliar de Serviços Públicos/Servente Escolar

Prefeitura de Uberlândia (MG)

Término das inscrições 28/09/2018
Vagas 23
Salário máximo R$ 1.611,88
Escolaridade médio e superior
Estado Minas Gerais
Veja o edital.
Continuar lendo

14 de setembro de 2018

Teixeira Concursos

ADASA-DF edital concurso público: Técnico de regulação

 ADASA edital concurso público: Técnico de regulação

Foi publicado no Diário Oficial o extrato de autorização do concurso da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA-DF). De acordo com prazo divulgado nesta quinta, 13, o edital Adasa-DF será publicado em até seis meses.

Apostilas para o concurso Adasa - Técnico de regulação de serviços públicos

A autorização do certame prevê o preenchimento de 25 vagas imediatas. Desse total, 18 serão destinadas ao cargo de regulador de serviços públicos e 07 para o técnico de regulação de serviços públicos.

O cargo de técnico de regulação exige apenas nível médio de formação como requisito, enquanto o regulador exige nível superior. A carreira conta com várias especialidades, como: Geologia, Economia, Contabilidade, Direito, Legislação, Gestão, Regulação e Engenharia (Civil, Ambiental, Sanitária e Florestal).

Confira abaixo a portaria autorizativa publicada no DOE DF: ADASA-DF edital 
ADASA edital concurso público
Concurso Adasa-DF já tem comissão formada

A escolha da banca do concurso Adasa/DF será conduzida pela comissão organizadora, que está formada desde junho de 2016, quando o concurso chegou a ser anunciado, mas teve a sua realização adiada tendo em vista a falta de orçamento naquele ano.

Os nomes dos membros da comissão foram divulgados no Diário Oficial do DF, confirmando os cargos que seriam oferecidos. A distribuição das vagas e os respectivos salários atualizados, no entanto, não haviam sido divulgados.

O último concurso da Adasa-DF foi realizado em 2009, para o cargo de técnico de regulação de serviços públicos. Os concorrentes foram submetidos a provas objetiva, discursiva e de títulos, além de um curso de formação.

Na prova objetiva, foram cobradas as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Atualidades, Informática, Direito Administrativo, Legislação Aplicada e Conhecimentos Específicos. Na época, foram oferecidas 143 vagas, com salários entre R$2.914 e R$6.798. 

O edital concurso público ADASA será publicado em até seis meses.
Continuar lendo

7 de setembro de 2018

Teixeira Concursos

Concurso da PMMG Oficiais de Saúde - QOS 2019

Concurso PMMG QOS 2019 (Polícia Militar de Minas Gerais), abre 30 vagas para de Oficiais de Saúde: Médico e Psicólogo. Salário R$ 8.874,60.

Concurso da PM-MG Oficiais de Saúde - QOS 2019

A Polícia Militar de Minas Gerais (PM MG), por meio do Centro de Recrutamento e Seleção (CRS), publicou edital DRH/CRS Nº 09/2018 de concurso público, destinado a selecionar candidatos para provimento de cargo oficial do Quadro de Oficiais de Saúde da PMMG QOS 2019, para o ano de 2019. Confira o EDITAL Concurso PM-MG Oficiais de Saúde - QOS 2019.

Atribuições gerais Oficiais de Saúde PMMG:

O oficial do QOS, respeitadas as características de cada especialidade, deverá atuar em atividades de prevenção de doenças e promoção de saúde física e mental, em conformidade com as normas expedidas pela Corporação, coordenando, controlando e monitorando os resultados alcançados. Para tanto, a atuação do Oficial QOS compreende as seguintes atribuições específicas, dentre outras:

a) assessorar o Comando nos assuntos relacionados à sua área específica;
b) gerenciar recursos humanos e logísticos;
c) desenvolver processos e procedimentos administrativos militares;
d) promover estudos técnicos e de capacitação profissional;
e) pautar suas ações em preceitos éticos, técnicos e legais.

As inscrições serão feitas via internet, através do site www.policiamilitar.mg.gov.br/crs, no período de 06 de novembro e 05 de dezembro de 2018. Será cobrada uma taxa de R$ 266,24.

Serão oferecidas 30 vagas, destinada as funções de Oficial Médico (especialidades: Anátomo-Patologia, Anestesiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Ginecologia, Neurologia, Oftalmologia, Ortopedia, Patologia Clínica, Pediatria, Psiquiatria, Urologia e Clínica Médica) e Oficial Psicólogo (Clínico).

O ingresso no oficialato dar-se-á no posto de 2º Tenente QOS, por ato do Governador do Estado, após nomeação e posse, condicionado à aprovação no Estágio de Adaptação de Oficiais (EAdO).

Remuneração
A remuneração básica inicial para o cargo de 2º Tenente da PMMG é de R$ 8.874,60 (oito mil, oitocentos e setenta e quatro reais e sessenta centavos)

O concurso consiste em 04 fases: 
1ª FASE: Prova de Conhecimentos; 2ª FASE: Prova Teórico-Prática e de Títulos; 3ª FASE: Exames de Saúde (preliminares e complementares), Avaliação Física Militar (AFM), Avaliações Psicológicas e Exame Toxicológico; e 4ª FASE: Estágio de Adaptação de Oficiais (EAdO).

A Prova de Conhecimentos será aplicada, centralizadamente, em Belo Horizonte e RMBH, na data de 10 de fevereiro de 2019, em local específico a ser divulgado, em data estipulada no ANEXO “A” com início previsto para as 08h30min.

A PROVA DE CONHECIMENTOS é de caráter eliminatório e classificatório e constará de 40 (quarenta) questões: Língua portuguesa - Direitos Humanos - Conhecimentos específicos

Confira apostilas para concurso da PMMG.


PROGRAMA DE MATÉRIAS - LÍNGUA PORTUGUESA (COMUM A TODOS OS CANDIDATOS).

1. Adequação conceitual. 2. Pertinência, relevância e articulação dos argumentos. 3. Seleção vocabular. 4. Estudo e interpretação de textos de conteúdo literário ou informativo. 5. Linguagem: como instrumento de ação e interação presente em todas as atividades humanas, considerações acerca do léxico em uso, com observância aos critérios de emprego das variedades de língua padrão e não padrão. 6. Funções da linguagem na comunicação. 7. Ortografia e acentuação gráfica, conforme o novo acordo ortográfico. 8. Notações léxicas: divisão silábica, emprego do til e do hífen. 9. Pontuação. 10. Concordância verbal e nominal. 11. Emprego dos pronomes. 12. Uso das locuções prepositivas. 13. Crase. 14. Uso das conjunções. 15. Emprego dos advérbios. 16. Figuras de linguagem. Referência Bibliográfica: CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: IBEP – Nacional, 2009.

Continuar lendo

24 de agosto de 2018

Teixeira Concursos

Edital do concurso Procon Maranhão oferecer 51 vagas

Concurso Procon Maranhão vai oferecer 51 vagas auxiliar de serviços e conciliador. Salários variar de R$ 3.900 a R$ 7 mil. Edital do PROCON/MA terá para cargos de níveis fundamental superior.


Edital do concurso ProconMA oferecer 51 vagas

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA), publicou, na última quinta-feira, 23 de agosto, a assinatura do contrato com a banca organizadora do seu novo concurso público, que será a Fundação Carlos Chagas - FCC.

O edital do concurso Procon MA, sera divulgado nos próximos dias, com uma oferta de 51 vagas efetivas e CR, para cargos de níveis fundamental e superior. As remunerações iniciais devem variar de R$ 3.900 a R$ 7 mil. 

De acordo com o presidente do órgão, Duarte Júnior, a seleção vem sendo aguardada desde 29 de janeiro. "Atenção concurseiros, intensifiquem os estudos! Neste semestre, vamos realizar o segundo concurso do Procon do Maranhão. Desta vez serão mais 51 vagas, sendo 11 para o cargo de conciliador e 40 para auxiliar de serviços ", publicou.
Cargos Procon/MA
Para concorrer ao cargo de auxiliar de serviços, que contará com uma oferta inicial de 40 postos, basta possuir ensino fundamental, enquanto os postos de conciliador, com 11 vagas, exige formação superior em direito.

O primeiro concurso do ProconMA, foi realizado em 2017, contou com uma oferta de 10 vagas para o cargo de fiscal de defesa do consumidor. Na ocasião, a banca organizadora também foi a Fundação Carlos Chagas.

Continuar lendo
Teixeira Concursos

Concurso do CORE SP: edital com 147 vagas imediatas e CR

Concurso do CORESP: edital com 33 vagas está em elaboração

Foi publicado o novo concurso público do Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de São Paulo. O edital do concurso Core SP visa o preencher 147 vagas imediatas e CR, para todos os níveis escolaridades.

Apostilas Core-SP 2018 pdf, impressa e digital - Clique abaixo:
A banca organizadora do certame será empresa Inaz do Pará, que ficará responsável pela organização e a divulgação do edital de abertura, período de inscrições e da aplicação das provas.

Dos cargos concurso do CORESP

Candidatos com ensino fundamental poderão concorrer ao empregos de copeiro (1 oportunidade; salário de R$ 1.429,09) e office-boy (1; R$ 1.429,09). Ambas as funções serão lotadas na cidade de São Paulo.

As vagas com exigência de nível médio serão de operador de teleatendimento (2; R$ 2.571,36), telefonista (2; R$ 2.571,36), motorista (1; R$ 2.828,49), fiscal (2; R$ 2.828,49) e técnico de TI (1; R$ 3.438,03).

Já para quem tem nível médio, o concurso do Core/SP terá 19 ofertas para assistente administrativo.

Todas as oportunidades será para os municípios: São Paulo (10), Campinas (1), Bauru (1), Ribeirão Preto (1), Presidente Prudente (2), Araraquara (2), Sorocaba (1) e Santos (1). A remuneração inicial equivale a R$ 2.828,49 por mês.

Os candidatos com formação superior poderão concorrer os cargos de assistente jurídico (2; R$ 5.382,85), contador (1; R$ 5.382,85) e analista de TI (1; R$ 5.382,85). Para todas as funções do concurso do Core SP, as jornadas semanais de trabalho correspondem a 40 horas.

Da inscrição e Provas Core-SP

O processo de inscrição deste Concurso Público será realizado exclusivamente por meio da Internet, no período constante no cronograma do concurso, no endereço eletrônico www.paconcursos.com.br. As taxas custam R$ 9 (nível fundamental), R$ 9,10 (médio) e R$ 9,20 (superior).

As provas objetiva (todos os cargos) e discursiva (analista, contador e assistente jurídico) estão marcadas para ocorrer em 20 de janeiro, com aplicação na cidade de São Paulo.

O conteúdo programático abrange língua portuguesa, informática, raciocínio lógico e conhecimentos gerais e específicos, variando as disciplinas conforme a carreira em disputa.

Para os concorrentes aos postos com exigência de ensino superior, a seleção inclui, ainda, avaliação de títulos. A entrega dos documentos à empresa examinadora está programada para 4 e 5 de abril.

O concurso do Core SP terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do conselho, conforme estabelece o edital.


Continuar lendo
Teixeira Concursos

Concurso da Câmara de Piranga 2018: Edital e Inscrição

Edital e Inscrição Concurso da Câmara de Piranga 2018

A Câmara Municipal de Piranga, Estado de Minas Gerais, publicou edital de abertura de inscrições, Concurso Público de Provas, para provimento de cargos vagos do Quadro de Pessoal Permanente, para o cargo que exige Ensino Médio Completo. O prazo de validade do concurso da Câmara de Piranga-MG é de 2 (dois) anos. O concurso será gerenciado e organizado pela empresa JMS Tecnologia e Serviços Ltda. Inscrições abertas!

VEJA O EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2018 CÂMARA DE PIRANGA - MG, ABAIXO.

Há uma vaga no cargo de Auxiliar Técnico Legislativo, que exige ensino médio completo. O vencimento para o aprovado neste concurso será de R$ 1.858,00. Ficam reservadas 5% do número de vagas de cada cargo aos portadores de deficiência.

Requisitos para investidura no cargo

- Ser brasileiro nato ou naturalizado que goze das prerrogativas constantes do art. 12 da Constituição Federal;
- Gozar dos direitos políticos;
- Estar quite com as obrigações eleitorais;
- Ter no mínimo 18 anos completos na data da posse;
- Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
- Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo;
- Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, a ser comprovada por inspeção médica, realizada pelo serviço médico oficial da Câmara Municipal de Piranga, sendo que em sua falta, por profissional que esta indicar;
- Apresentar os documentos necessários à época da posse;
- Ausência de demissão ou rescisão contratual com a Administração Pública Municipal, em decorrência de infringência de dever funcional nos últimos cinco anos.

Prepare-se: Apostilas para concursos públicos - Matérias básicas

Inscrição do Concurso Câmara de Piranga 2018

Interessados, deverão realizar sua inscrição exclusivamente através da internet, no endereço eletrônico www.jmsbhz.com.br/concurso, do dia 22 de outubro até às 23h59 do dia 21 de novembro de 2018, observado o horário oficial de Brasília-DF. Haverá uma taxa no valor de R$ 40,00.

A JMS Tecnologia e Serviços disponibilizará na sede da Câmara Municipal de Piranga um terminal de apoio com acesso à página do concurso, onde os candidatos poderão realizar suas inscrições. O horário de funcionamento deste terminal coincidirá com o de funcionamento da Câmara (no Centro de Atendimento ao Cidadão), ou seja, de 8h às 16h.

O interessado em solicitar a Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição, deverá apresentar-se nos dias 22 e 23 de outubro de 2018, na sede da Câmara Municipal de Piranga, preencher o Formulário de pedido de isenção de pagamento do valor da taxa de inscrição, e assiná-lo, conforme modelo constante do ANEXO III do Edital, anexando a tal requerimento fotocópia de comprovação de documento, legalmente admitido, que comprove sua condição de hipossuficiência. Deverá apresentar ainda fotocópia legível, frente e verso, da Cédula de Identidade ou outro documento equivalente de valor legal; fotocópia legível do CPF.

Prova para o Concurso da Câmara de Piranga 2018

Os inscritos serão avaliados por meio de prova objetiva de múltipla escolha, prevista para 6 de janeiro de 2019, em local e horário a serem informados, através publicação feita no Quadro de Avisos de Publicações da Câmara Municipal de Piranga, bem como no endereço eletrônico www.jmsbhz.com.br/concurso.

Caso necessite de condições especiais para se submeter às provas, excluídos os casos de portadores de deficiência, o demais candidatos deverão protocolar pessoalmente no local das inscrições, no prazo de até 10 (dez) dias antes da data de realização da prova, o seu pedido, acompanhado de atestado médico ou qualquer outro documento que comprove sua situação especial, e na impossibilidade, deverá encaminhar através dos Correios por meio de Sedex com AR, dentro de um envelope devidamente lacrado, identificando: Concurso Público – Edital nº 01/2018 – Câmara Municipal de Piranga, nº de inscrição, nome completo e cargo pleiteado, para a JMS TECNOLOGIA E SERVIÇOS LTDA., situada na Rua João Ribeiro, nº 372 - Bairro Santa Efigênia – CEP 30260-110 – Belo Horizonte – MG.

PROGRAMAS DE PROVA

Língua Portuguesa 1→Compreensão de texto literário ou informativo: 1.1→Procedimentos de Leitura: Localizar uma informação apresentada pelo texto e identificar seu sentido global; Saber o sentido de uma palavra ou expressão, por meio da construção de inferências, além perceber a intenção de um autor e distinguir entre um fato e uma opinião; 1.2→Compreensão do texto: implicações do suporte, do gênero e/ou do enunciador. Interpretar textos que associam linguagem verbal e não verbal ou simplesmente textos não verbais. Reconhecer diversos gêneros textuais; 1.3→Relação entre textos: Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema; Reconhecer diferentes formas de abordar uma informação ao comparar textos que tratam do mesmo tema; 1.4→ Coerência e coesão no processamento do texto: Reconhecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios etc; Estabelecer relações entre elementos e partes do texto considerando: causa/consequência, mecanismos de concordância verbal e nominal repetições ou substituições que contribuem para sua continuidade. Identificar a tese do texto e estabelecer suas relações com os argumentos de sustentação. Diferenciar as partes principais e secundárias em um texto; 1.5→Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido: Identificar efeitos e ironia ou humor nos textos; Reconhecer efeito de sentido decorrente da escolha de palavras ou expressões, do uso de pontuação e outras notações, de recursos ortográficos e morfossintáticos; 1.6→Variação linguística Identificar marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. 2→ Conhecimentos Lingüísticos: 2.1→Fonética: fonemas, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos, sílabas, tonicidade; 2.2→Morfologia: a estrutura da palavra, formação de palavras, as classes de palavras; 2.3→Ortografia: emprego das letras, acentuação gráfica; 2.4→Pontuação: emprego dos sinais de pontuação; 2.5→Sintaxe: os termos da oração, as orações no período composto, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, ocorrência da crase, colocação de palavras. Semântica: sinonímia e antonímia, homografia, homofonia, paronímia, polissemia.

Matemática 1→Teoria dos Conjuntos; 2→Relações e Funções; 3→Função polinominal do 1º e 2º grau; Função modular; Função exponencial; Função logarítima; 4→Progressões aritméticas e geométricas; 5→Matrizes; 6→Determinantes; 7→Sistemas Lineares; 8→Análise combinatória e Binômio de Newton; 9→Conjuntos de números complexos; 10→Polinômios; 11→Trigonometria - Aplicação no triangulo retângulo, Funções circulares, Relações e identidades trigonométricas, Transformações trigonométricas; Equações trigonométricas; Inequação trigonométricas; Relações de triângulos quaisquer.

Este concurso público terá validade de 2 (dois) anos a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

ATRIBUIÇÕES SUMÁRIAS DO CARGO

Execução de serviços de emissão de documentos, elaboração de textos, redação oficial da Câmara Municipal; Execução, controle e organização de arquivos, registros, documentos públicos e materiais; Execução de Serviços auxiliares no desenvolvimento das funções legislativas, recepção de documentos e pessoas; Execução de atividades externas de pagamento, controle e execução; Execução de atividades auxiliares de nível médio comuns ao cargo, existentes ou a serem criadas a qualquer tempo.

Edital Concurso Piranga 2018 – Clique aqui

Adquira apostilas para o concurso da Câmara de Piranga MG 2018 – Clique aqui
Continuar lendo

23 de agosto de 2018

Teixeira Concursos

Concurso do Ministério do Trabalho, terá 2.873 vagas de níveis médio e superior, salários até R$ 16,2 mil

MTE: solicita 2.873 vagas de níveis médio e superior, salários até R$ 16,2 mil

O Ministério do Trabalho (MTB), encaminhou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG), este ano de 2018, pedido para abertura de concurso público que visa o preenchimento de 2.873 vagas no quadro de pessoal do MTE. O Concurso do Ministério do Trabalho terá  oportunidades para cargos de níveis médio e superior. Salários iniciais de até R$ 16,2 mil

Das oportunidades solicitadas para o concurso do MTE, 1.309 são para o cargo de auditor fiscal do trabalho (AFT) e 1.307 para agente administrativo. As demais chances estão distribuídas da seguinte maneira: administrador (93), arquivista (32), bibliotecário (2), contador (58), engenheiro (5), estatístico (5), sociólogo (4), psicólogo (26), técnico em assuntos educacionais (10), técnico em comunicação social (10) e economista (12).

Curso Online para Concurso Ministério do Trabalho - Auditor Fiscal do Trabalho (AFT)

Em julho, o Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho) teve uma reunião como novo ministro do Trabalho, Caio Luiz. Um dos assuntos discutidos é a autorização urgente de novo concurso para o MTE. Com relação ao posto de fiscal, os dados do Sinait apontam que o órgão tem mais de 1.300 cargos vagos e cerca de 500 auditores em condições de se aposentar. O presidente do sindicato, Carlos Silva, ressaltou que “não há fiscalização sem fiscais”.

A expectativa é de que ainda em 2018 seja concedida a autorização para o novo concurso do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE.
curso online Auditor Fiscal do Trabalho (AFT) Concurso do Ministério do Trabalho - MTE

Atribuições dos cargos

Agente administrativo: exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Apostila AGENTE ADMINISTRATIVO - Concurso Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Auditor fiscal, entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

Últimos concursos do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE.

Para agente, o processo seletivo anterior do Ministério do Trabalho ocorreu em 2014 e foi organizada pelo Cespe/UnB. O exame contou com 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos básicos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Para auditor, o último certame ocorreu em 2013 e também organizado pelo Cespe/UnB. A seleção constou de provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.
Continuar lendo

22 de agosto de 2018

Teixeira Concursos

CREF Bahia abre Inscrição de Concurso (Edital 2018)

Conselho Regional de Educação Física da 13ª Região (CREF13 BA-SE), abre concurso com vagas para candidatos de nível médio e superior. Salários de R$ 1.390,50 a R$ 3.722,63. Confira o Edital concurso CREF BAHIA.

CREF 13 BA abre Inscrição de Concurso (Edital 2018)
Saiu o edital do concurso CREF Bahia - Conselho Regional de Educação Física da 13ª Região - Bahia (CREF13), para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva do quadro de pessoal do CREF-13 BA. Ao total , são 7 vagas imediatas e 183 para CR. As oportunidades são de nível médio e superior, para lotação em Salvador - BA.

O edital de abertura CREF13/BA-Conselho Regional de Educação Física da 13ª Região, erá a organização do Instituto Quadrix.

Vagas
Cargos de nível médio: Assistente Administrativo (4) e Motorista (1);
Cargos de nível superior: Agente de Orientação e Fiscalização (1), Advogado (1), Contador (CR) e Secretária Executiva (CR).

Apostila do Concurso CREF 13 BahiaASSISTENTE ADMINISTRATIVO


A remuneração para os cargos acima varia de R$ 1.390,50 a R$ 3.722,63. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais para Advogado e de 40 horas para os demais cargos.

Além da remuneração básica, os profissionais do CREF13 tem direito ao vale refeição no valor de R$ 28,25 por dia trabalhado quando fizerem 40 horas semanais e de R$ 21,19 por dia trabalhado quando fizerem 30 horas semanais, assistência médica com participação de 50% e vale transporte, além de seguro de vida, este exclusivo para Agentes de Orientação e Fiscalização.

Inscrição Concurso CREF-13 região (BA)


As inscrições poderão ser realizadas entre os dias 20 de agosto e 04 de outubro de 2018, apenas via internet, através do site www.quadrix.org.br.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 55,00 para os cargos de nível médio e de R$ 65,00 para os cargos de nível superior.

Poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição os candidatos inscritos no CadÚnico do Governo Federal e que tenham renda familiar per capita inferior a meio salário-mínimo ou renda familiar de até três salários mínimos e os doadores de medula óssea.

Provas do Concurso CREF da 13 região (BA)


O concurso CREF-13 será composto apenas por prova objetiva para o cargo de Motorista e prova objetiva e de redação para os demais cargos. Estas provas estão previstas para serem realizadas no turno da tarde, em 21 de outubro de 2018, na cidade de Salvador - BA, com duração de quatro horas.

A prova objetiva valerá 120 pontos e será composta por 120 questões, sendo 40 questões de Conhecimentos Básicos, 20 questões de Conhecimentos Complementares e 60 questões de Conhecimentos Específicos.

Conteúdo Prova CREF Bahia 2018:

Conhecimentos básicos: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Noções de Informática (exceto para Motorista) e Atualidades (apenas para Motorista).
Conhecimentos complementares: Ética no Serviço Público e Legislação Aplicada ao Sistema CREF/CONFEF;
Conhecimentos específicos: variam de acordo com o cargo em disputa.

Validade

O prazo de validade concurso CREF13 é de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, por conveniência administrativa.

Edital CREF 13 BA


Consulte o edital do concurso CREF 13 disponível no site da organizadora (http://www.quadrix.org.br/)

Sobre CREF Bahia


O CREF13 Conselho Regional de Educação Física tem suas origens em janeiro de 2004, quando o CREF5 então representava oito estados do Nordeste, possuindo sua sede no Ceará. Com o crescimento dos profissionais da área de Educação Física, surge o CREF13, representado os estados da Bahia e Sergipe.

Em novembro de 2016 o estado do Sergipe passa a ter seu próprio conselho, o CREF20, ficando o CREF13 responsável apenas pelo estado da Bahia.

O último concurso CREF Bahia


O último concurso CREF13 foi realizado em 2015, quando o órgão abriu nove vagas para os cargos de Assistente Administrativo, Agente de Orientação e Fiscalização, Contador e Secretária. Este concurso também foi realizado pelo Instituto Quadrix.

Quando foi realizado este concurso, o CREF13 ainda representava os estados da Bahia e Sergipe, tendo vagas disputadas em Salvador - BA e Aracaju - SE. Na ocasião, foram no total 4316 candidatos inscritos, sendo que o cargo mais concorrido foi para Assistente Administrativo, com 2.405 candidatos inscritos para Salvador - BA e 1237 para Aracaju - SE.
Continuar lendo
Teixeira Concursos

Edital concurso do MPU 2018 é divulgado com 47 vagas! Até R$ 11.259,81

Saiu edital MPU 2018: 47 vagas + CR para cargos de Analista e de Técnico do Ministério Público da União. Remuneração de até R$ 11.259,81 para os níveis médio e superior.

edital concurso MPU 2018
O Ministério Público da União divulgou o edital nº 1 - MPU, nesta quarta-feira (22) de agostos de 2018, à execução do 10º concurso público para o provimento de vagas e a formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista e de Técnico do Ministério Público da União. O concurso do MPU 2018 terá como banca organizadora o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe/UnB).

Confira o edital concurso MPU 2018, sob a responsabilidade do Cebraspe.


Ao todo serão 47 oportunidades de níveis Médio e Superior, sendo 37 vagas para ampla concorrência, 03 para candidatos com deficiência e outras 07 para candidatos que se declararem negros.

Sobre o MPU - Ministério Público da União 
O Ministério Público da União é composto pelo Ministério Público Federal, o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público Militar e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Cada ramo do MPU, na respectiva área de atuação, defende os interesses da sociedade e zela pelo respeito à lei.

O QUE O MPU FAZ?
  • a) defesa da ordem jurídica, ou seja, o Ministério Público deve zelar pela observância e pelo cumprimento da lei. FISCAL DA LEI, atividade interveniente.
  • b) defesa do patrimônio nacional, do patrimônio público e social, do patrimônio cultural, do meio ambiente, dos direitos e interesses da coletividade, especialmente das comunidades indígenas, da família, da criança, do adolescente e do idoso. DEFENSOR DO POVO
  • c) defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis.
  • d) controle externo da atividade policial. Trata-se da investigação de crimes, da requisição de instauração de inquéritos policiais, da promoção pela responsabilização dos culpados, do combate à tortura e aos meios ilícitos de provas, entre outras possibilidades de atuação. Os membros do MPU têm liberdade de ação tanto para pedir a absolvição do réu quanto para acusá-lo.
Dos cargos Novo edital 2018 MPU
Para o cargo de Analista do MPU – Especialidade Direito são abertas 36 vagas e para Técnico do do Ministério Público da União – Especialidade Administração, são previstas o preenchimento de 11 vagas.

As oportunidades será distribuídas entre os Estados do Amazonas, Acre, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Santa Catarina.

A remuneração é de R$ 11.259,81 para Analista e para Técnico R$ 6.862,72 ambas com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Requisitos para investidura nos cargos do MPU


Analista do MPU - Especialidade: Direito

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Técnico do MPU - Especialidade: Administração

Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Inscrições Concurso MPU 2018


As inscrições poderão ser realizadas a partir das 10 horas do dia 23 de agosto de 2018 e 18 horas do dia 10 de setembro de 2018 no horário oficial de Brasília/DF, exclusivamente pela internet, através do link no site da banca organizadora: http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18. 

A taxa de inscrição será nos seguintes valores
  • Analista do MPU: R$ 60,00;
  • Técnico do MPU: R$ 55,00.
No ato de preenchimento da ficha de inscrição on-line o candidato deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) correspondente ao cargo e respectivo valor da taxa de inscrição. O prazo para pagamento da taxa é até o dia 1º de outubro de 2018.

Provas Concurso MPU 2018


Para todos os cargos haverá a aplicação de provas objetivas de conhecimentos básicos e objetivos, previstas para ocorrerem em 21 de outubro de 2018, no turno da manhã para Analista e a Tarde Técnico.

Local de Provas MPU 2018


Na data provável de 8 de outubro de 2018, será publicado no Diário Oficial da União e na na internet, os locais e aos horários de realização das provas. Ainda haverão outras fases neste concurso como a prova discursiva que consistirá de dissertação, de até 30 linhas, sobre o tema Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, constante dos Conhecimentos Básicos.

O prazo de validade do presente Concurso Público será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do respectivo resultado final, podendo o mesmo ainda ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

CONFIRA O CONTEÚDO PROVAS MPU


HABILIDADES

Os itens das provas poderão avaliar habilidades que vão além do mero conhecimento memorizado, abrangendo compreensão, aplicação, análise, síntese e avaliação, com o intuito de valorizar a capacidade de raciocínio. 19.1.2 Cada item das provas poderá contemplar mais de um objeto de avaliação. 19.2 CONHECIMENTOS 19.2.1 Nas provas, serão avaliados, além de habilidades, conhecimentos conforme descritos a seguir.

CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA OS CARGOS DE ANALISTA DO MPU LÍNGUA PORTUGUESA

Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 3.1 Emprego das letras. 3.2 Emprego da acentuação gráfica. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.2 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Emprego dos sinais de pontuação. 5.4 Concordância verbal e nominal. 5.5 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.6 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescritura de frases e parágrafos do texto. 6.1 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.2 Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). 7.1 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.2 Adequação do formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO

Noções de organização administrativa. 2 Administração direta e indireta, centralizada e descentralizada. 3 Ato administrativo: conceito, requisitos, atributos, classificação e espécies. 4 Agentes públicos. 4.1 Espécies e classificação. 4.2 Cargo, emprego e função pública. 5 Poderes administrativos. 5.1 Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 5.2 Uso e abuso do poder. 6 Licitação. 6.1 Princípios, dispensa e inexigibilidade. 6.2 Modalidades. 6.3 Lei nº 8.666/1993. 7 Controle e responsabilização da administração. 7.1 Controles administrativo, judicial e legislativo. 7.2 Responsabilidade civil do Estado.

LEGISLAÇÃO APLICADA AO MPU

Ministério Público da União. 1.1 Lei Orgânica do Ministério Público da União (Lei Complementar nº 75/1993). 1.2 Perfil constitucional do Ministério Público e suas funções institucionais. 1.3 Conceito. 1.4 Princípios institucionais. 1.5 A autonomia funcional e administrativa. 1.6 A iniciativa legislativa. 1.7 A elaboração da proposta orçamentária. 1.8 Os vários Ministérios Públicos. 1.9 O Procurador-Geral da República: requisitos para a investidura e procedimento de destituição. 1.10 Os demais Procuradores-Gerais. 1.11 Funções exclusivas e concorrentes. 1.12 Membros: ingresso na carreira, promoção, aposentadoria, garantias, prerrogativas e vedação. 2 Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). 2.1 Composição. 2.2 Atribuições constitucionais.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

Ética e moral. 2 Ética, princípios e valores. 3 Ética e democracia: exercício da cidadania. 4 Ética e função pública. 5 Ética no Setor Público. 5.1 Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 5.2 Lei nº 8.112/1990 e alterações: regime disciplinar (deveres e proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades). 5.3 Lei nº 8.429/1992: disposições gerais, atos de improbidade administrativa. 5.4 Resoluções 1 a 10 da Comissão de Ética Pública da Presidência da República.

CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA O CARGO DE TÉCNICO DO MPU LÍNGUA PORTUGUESA

Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 7 Emprego do sinal indicativo de crase. 8 Sintaxe da oração e do período. 9 Pontuação. 10 Concordância nominal e verbal. 11 Regência nominal e verbal. 12 Significação das palavras.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO

Noções de organização administrativa. 1.1 Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2 Administração direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos, atributos, classificação e espécies. 3 Agentes públicos. 3.1 Legislação pertinente. 3.1.1 Lei nº 8.112/1990. 3.1.2 Disposições constitucionais aplicáveis. 3.2 Disposições doutrinárias. 3.2.1 Conceito. 3.2.2 Espécies. 3.2.3 Cargo, emprego e função pública. 4 Poderes administrativos. 4.1 Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 4.2 Uso e abuso do poder. 5 Controle da Administração Pública. 5.1 Controle exercido pela Administração Pública. 5.2 Controle judicial. 5.3 Controle legislativo. 6 Responsabilidade civil do Estado. 6.1 Responsabilidade civil do Estado no direito brasileiro. 6.1.1 Responsabilidade por ato comissivo do Estado. 6.1.2 Responsabilidade por omissão do Estado. 6.2 Requisitos para a demonstração da responsabilidade do Estado. 6.3 Causas excludentes e atenuantes da responsabilidade do Estado. 7 Regime jurídico-administrativo. 7.1 Conceito. 7.2 Princípios expressos e implícitos da Administração Pública.

LEGISLAÇÃO APLICADA AO MPU

Ministério Público da União. 1.1 Lei Orgânica do Ministério Público da União (Lei Complementar nº 75/1993). 1.2 Perfil constitucional do Ministério Público e suas funções institucionais. 1.3 Conceito. 1.4 Princípios institucionais. 1.5 A autonomia funcional e administrativa. 1.6 A iniciativa legislativa. 1.7 A elaboração da proposta orçamentária. 1.8 Os vários Ministérios Públicos. 1.9 O Procurador-Geral da República: requisitos para a investidura e procedimento de destituição. 1.10 Os demais Procuradores-Gerais. 1.11 Funções exclusivas e concorrentes. 1.12 Membros: ingresso na carreira, promoção, aposentadoria, garantias, prerrogativas e vedação.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

Ética e moral. 2 Ética, princípios e valores. 3 Ética e democracia: exercício da cidadania. 4 Ética e função pública. 5 Ética no Setor Público. 5.1 Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 5.2 Lei nº 8.112/1990 e alterações: regime disciplinar (deveres e proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades). 5.3 Lei nº 8.429/1992: disposições gerais, atos de improbidade administrativa. 5.4 Resoluções 1 a 10 da Comissão de Ética Pública da Presidência da República.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO ANALISTA DO MPU – ÁREA DE ATIVIDADE: APOIO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO –ESPECIALIDADE: ATUARIAL ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

Orçamento Público: características do orçamento tradicional, do orçamento-programa e do orçamento de desempenho 2 Princípios orçamentários. 3 Leis Orçamentárias: PPA, LDO, LOA. 4 Orçamento fiscal e de seguridade social. 5 Orçamento na Constituição Federal de 1988. 6 Conceituação e classificação da receita e da despesa orçamentária brasileira. 7 Execução da receita e da despesa orçamentária. 8 Créditos Adicionais. 9 Cota, provisão, repasse e destaque. 10 Lei nº 10.180/2001. 11 Instrução Normativa STN nº 01/1997 e alterações posteriores 12 Procedimentos de retenção de impostos e contribuições federais 13 Lei nº 9.430/1996 e alterações posteriores. 14 Instrução Normativa SRF nº 480/2004. 15 Lei nº 4.320/1964.

CONTABILIDADE GERAL

Princípios fundamentais de contabilidade (aprovados pelo Conselho Federal de Contabilidade, através da Resolução CFC nº 750/1993 e Resolução CFC nº 774/1994). 2 Patrimônio: Componentes Patrimoniais – Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. 3 Fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais. 4 Contas patrimoniais e de resultado. 5 Teorias, funções e estrutura das contas. 6 Apuração de resultados; Sistemas de contas e plano de contas; Demonstrações contábeis; Análise das demonstrações contábeis; Lei nº 6.404/1976 e alterações posteriores.

CONTABILIDADE PÚBLICA

Conceito, objeto, objetivo, campo de atuação. 2 Variações Patrimoniais: Variações Ativas e Passivas, Orçamentárias e Extraorçamentárias. 3 Plano de Contas Único do Governo Federal: conceito; Estrutura Básica: ativo, passivo, despesa, receita, resultado diminutivo, resultado 39 aumentativo, estrutura das contas, características das contas. 4 Contabilização dos Principais Fatos Contábeis: previsão da receita, fixação da despesa, descentralização de créditos, liberação financeira, realização da receita e despesa. 5 Balancete: características, conteúdo e forma. 6 Demonstrações Contábeis: Balanço Orçamentário, Balanço Financeiro; Balanço Patrimonial e Demonstração das Variações Patrimoniais; Noções de SIAFI – Sistema de Administração Financeira da Administração Pública Federal. 7 Lei nº 4.320/1964.

MATEMÁTICA FINANCEIRA

Regra de três simples e composta, percentagens. 2 Juros simples e compostos: capitalização e desconto. 3 Taxas de juros: nominal, efetiva e equivalente. 4 Rendas uniformes e variáveis. 5 Planos de amortização de empréstimos e financiamentos. 6 Cálculo financeiro: custo efetivo de operações de financiamento, empréstimo e investimento. 7 Avaliação de alternativas de investimento. 8 Taxas de retorno, taxa interna de retorno.

MATEMÁTICA ATUARIAL

Avaliação atuarial. 2 Métodos atuariais. 3 Premissas e hipóteses atuariais. 4 Regimes financeiros: capitalização, repartição simples e repartição de capitais de cobertura. 5 Reservas matemáticas: conceito e tipos de reservas. 6 Fundo de oscilação de riscos. 7 Apuração de resultado: déficit e superávit. 8 Custos atuariais: custo normal e suplementar. 9 Ativo real líquido: conceito e composição. 10 Demonstrativo de Resultados da Avaliação Atuarial (DRAA). 11 Nota Técnica Atuarial (NTA). 12 Base de dados: critérios para aceitação e periodicidade.

TÉCNICAS DE CONTROLE

Normas relativas ao controle interno administrativo. 2 A Metodologia de Trabalho do Sistema de Controle Interno – SCI (Instrução Normativa SFC/MF nº 01/2001); Lei nº 10.180/2001.

ANALISTA DO MPU – ÁREA DE ATIVIDADE: APOIO TÉCNICO-ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: FINANÇAS E CONTROLE FINANÇAS:

Finanças Públicas. 1.1 Políticas Públicas e seus instrumentos. 1.2 Planejamento Governamental. 1.3 Sistemas e processos orçamentários. 1.4 Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual. 1.5 Planos nacionais, regionais e setoriais. 1.6 A evolução do planejamento no Brasil. 1.7 A prática brasileira do orçamento-programa. 1.8 Legislação sobre responsabilidade fiscal. 1.9 Classificações orçamentárias da receita e da despesa pública: utilização, origens, fundamentação econômica. 2 Execução Orçamentária e financeira do setor público. 2.1 Programação orçamentária. 2.2 Programação financeira. 2.3 Parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal.

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

Administração financeira. 1.1 Análise e avaliação financeira e econômica. 1.2 Fluxo de caixa. 1.3 Métodos do valor atual e da taxa interna de retorno. 1.4 Tipos de séries: postecipada e antecipada. 1.5 Cálculo de valor futuro, valor atual/presente, taxa e prazo. 1.6 Administração de contas a receber: emissão do faturamento e baixa do recebimento, administração da cobrança de contas a receber. 1.7 Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI): conceito, objetivos, principais documentos. 1.8 Nota fiscal de serviço eletrônica: conceito, objetivos, obrigatoriedade de emissão e benefícios. 2 Tributos. 2.1 Princípios constitucionais tributários. 2.2 Tributo: conceito e classificação. 2.3 Impostos de competência da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. 2.4 Obrigações tributárias principal e acessória. 2.5 Fato gerador da obrigação tributária. 2.6 Domicílio tributário. 2.7 Crédito tributário: conceito e constituição. 2.8 Retenções na fonte realizadas pela Administração Pública Federal. 2.9 Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). 2.10 Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). 2.11 Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). 2.12 Programas de Integração Social e de formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/PASEP). 2.13 Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). 2.14 Contribuição previdenciária (INSS). 2.15 Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação (ICMS). 2.16 Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). 3 Contabilidade pública. 3.1 Conceito, 40 objeto, regime e campo de aplicação. 3.2 Legislação básica (Lei nº 4.320/1964 e Decreto nº 93.872/1986, e alterações). 3.3 Contabilidade comercial: princípios fundamentais de contabilidade. 3.4 Normas brasileiras de contabilidade (Resolução CFC 1.156/2009). 3.5 Balanço patrimonial; demonstração do resultado do exercício. 3.6 Demonstração do valor adicionado. 3.7 Demonstração das mutações do patrimônio líquido. 3.8 Notas explicativas. 3.9 Demonstração do fluxo de caixa: conceito, finalidade e métodos de elaboração. 3.10 Consolidação das demonstrações contábeis: conceito, objetivo, obrigatoriedade, exigências e normas legais, critérios, procedimentos e técnicas de elaboração. 3.11 Tratamento dos itens do ativo e do passivo. 3.11.1 Conteúdo e classificação. 3.11.2 Conceitos. 3.11.3 Critérios e métodos de avaliação. 3.11.4 Contabilização. 3.11.5 Aspectos técnicos e legais. 3.12 Tratamento dos itens do patrimônio líquido. 3.12.1 Conteúdo e classificação. 3.12.2 Conceitos. 3.12.3 Contabilização. 3.12.4 Aspectos técnicos e legais. 3.13 Índices econômico-financeiros: conceito, técnicas e métodos para análise de balanço. 4 Gestão de risco. 4.1 Identificação e avaliação de riscos (metodologia). 4.2 Mensuração de riscos (mecanismos). 4.3 Implementação e melhorias de controle (planos de ação). 4.4 Monitoramento e reporte (comunicação e documentação). 5 Formas de previdência privada: caracterização, fundos de pensão, fundos multipatrocinados e previdência privada aberta.

CONTROLE INTERNO

Controles Internos: definição, objetivos, componentes e limitações de efetividade. 2 Relação entre objetivos e componentes. 3 Ambiente de Controle: integridade e ética, governança corporativa, filosofia gerencial, estrutura organizacional, política e procedimentos de recursos humanos e registros. 4 Avaliação de Riscos: estabelecimento de metas e riscos. 5 Atividades de Controle: tipos de atividade de controle, integração com avaliação de riscos e controles sobre sistemas de informações. 6 Informação e Comunicação. 7 Monitoramento: monitoramento contínuo, avaliações em separado, abrangência e periodicidade, o avaliador, o processo de avaliação, a metodologia, a documentação, o plano de ação e a comunicação das deficiências.

ANALISTA DO MPU – ÁREA DE ATIVIDADE: PERÍCIA – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA QUÍMICA ENGENHARIA QUÍMICA

Físico-química. 1.1 Termodinâmica química. 1.1.1 Equações de estado, desvios da idealidade. 1.1.2 Primeira Lei da Termodinâmica. 1.1.3 Termoquímica. 1.1.3.1 Combustão: estequiometria, cinética e mecanismos de combustão. 1.1.3.2 Balanços de energia e de massa na combustão. 1.1.3.3 Poder calorífico de combustíveis. 1.1.4 Segunda Lei da Termodinâmica. 1.1.5 Terceira Lei da Termodinâmica: potencial químico e equilíbrio químico. 1.2 Equilíbrio entre fases. 1.3 Cinética química: velocidade de reação e sua relação com a concentração de reagentes, tempo e temperatura. 1.3.1 Energia de ativação. 1.3.2 Catálise. 1.3.3 Mecanismos de reação. 1.4 Eletroquímica: células galvânicas e eletrolíticas. 1.4.1 Corrosão eletroquímica. 1.5 Comportamento físico dos gases. 1.5.1 Lei dos Gases Ideais. 1.5.2 Volumes de gases envolvidos em reações. 1.5.3 Lei de Dalton. 1.5.4 Gases reais. 1.5.5 Teoria cinética dos gases. 1.6 Equilíbrio químico em fases líquida e gasosa. 1.7 Equilíbrio líquido-vapor e diagramas de fase. 2 Fundamentos e aplicações da engenharia química. 2.1 Reatores químicos. 2.2 Cinética das reações químicas. 2.3 Classificação dos reatores e princípios de cálculos dos reatores ideais. 2.4 Balanços materiais e energéticos. 2.5 Associações de reatores em série e paralelo. 3 Operações unitárias da indústria química. 4 Transporte de fluidos compressíveis: equações fundamentais de balanço de energia e massa. 5 Cálculos de perda de carga, distribuída e localizada. 6 Bombas: tipos de bombas. 6.1 Curvas das bombas. 6.2 Curvas dos sistemas de bombeamento. 6.3 Escolha das bombas. 7 Medidores de vazão: manômetros, venturi, rotâmetros. 8 Caracterização de partículas sólidas: análise granulométrica, peneiramento. 9 Filtração. 9.1 Equações fundamentais para obtenção de tortas incompressíveis. 9.2 Determinação dos parâmetros de filtração. 9.3 Filtração a pressão constante, a vazão constante e a pressão e vazão variáveis. 9.4 Sedimentação e centrifugação: equações fundamentais para suspensões diluídas. 10 Transporte de calor. 10.1 Mecanismos, leis básicas e coeficientes de troca de calor. 10.2 Equações fundamentais. 10.3 Trocadores de calor: tipos e 41 dimensionamento. 11 Evaporadores: simples e múltiplos efeitos. 12 Psicrometria: relações psicrométricas ar-vapor de água. 12.1 Equações fundamentais. 13 Difusão mássica. 13.1 Lei de Fick. 13.2 Coeficiente de difusão. 14 Destilação: equilíbrio líquido-vapor, diagramas de equilíbrio, separação por flash. 15 Balanços materiais e energéticos (com e sem reações químicas) e suas aplicações aos processos químicos. 16 Fluxograma de processos. 17 Produtos químicos fundamentais: matérias-primas e utilidades para a obtenção de alguns produtos químicos orgânicos e inorgânicos — ácido nítrico, ácido sulfúrico, cloro, hidróxido de sódio, eteno, acetileno, polímeros. 18 Águas industriais e potáveis: tratamentos para remoção de cor, turvação, dureza, íons metálicos. 19 Materiais para a indústria química: tipos, seleção e corrosão. 20 Instrumentação e controle de processos: seleção de instrumentos de medidas. 20.1 Tipos de controladores. 20.2 Exemplos de controle em alguns equipamentos de processo. NOÇÕES DE PERÍCIA: 1 Perícia. 1.1 Conceito e aplicações de perícia. 1.2 Aplicação da perícia nas fases processuais. 1.3 Função da perícia no processo judicial. 1.4 Meios de prova aceitos pelo Código de Processo Civil. 1.5 Perito Oficial e Assistentes Técnicos, conceitos e diferenças. 1.6 Requisitos pessoais e profissionais para o cargo de Perito Oficial. 1.7 Prazos processuais nos diversos documentos periciais. 1.8 Perícia e os campos de conhecimentos. 1.9 Características da prova judicial. 1.10 Conceitos e diferenças entre exame, vistoria e avaliação. 1.11 Quesitos impertinentes e impugnação. 1.12 Planejamento e estratégia em perícia. 1.13 Consequências do trabalho pericial. 1.14 Requisição de perícia. 1.15 Estrutura de um Laudo Pericial.

TÉCNICO DO MPU – ÁREA DE ATIVIDADE: APOIO TÉCNICO ADMINISTRATIVO – ESPECIALIDADE: SEGURANÇA INSTITUCIONAL E TRANSPORTE TRÂNSITO E MANUTENÇÃO VEICULAR

Legislação de Trânsito: Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/1997 e atualizações) e Resoluções do CONTRAN pertinentes à condução de veículos. 2 Conhecimento geral sobre o funcionamento de veículos automotores de passeio, ônibus e caminhões. 2.1 Noções de elétrica e de mecânica de veículos automotores a gasolina, álcool e diesel. 2.1.1 Sistema de freios. 2.1.2. Sistema de suspensão (vibrações e ruídos). 2.1.3 Sistema de direção (mecânica e hidráulica). 2.1.4 Sistema de transmissão. 2.1.5 Motor: sistema de alimentação de combustível (álcool, gasolina, diesel e GNV). 2.1.6 Sistema de arrefecimento (água e ar). 2.1.7 Sistema de distribuição. 2.1.8 Sistema elétrico. 2.1.9 Sistema de lubrificação. 2.1.10 Sistemas eletrônicos. 2.1.11 Sistema de ignição (convencional e eletrônica). 2.1.12 Injeção eletrônica (princípios básicos). 2.1.13 Pneumática. 2.1.14 Alinhamento e balanceamento. 3 Direção defensiva e preventiva. 4 Noções de meio ambiente.

SEGURANÇA INSTITUCIONAL

Técnicas operacionais. 2 Segurança física e patrimonial das instalações. 3 Prevenção e combate a incêndio. 4 Identificação, emprego e utilização de equipamentos eletrônicos de segurança: sensores, sistemas de alarme, cercas elétricas, CFTV (circuito fechado de televisão). 5 Defesa pessoal. 6 Armamento e tiro. 7 Segurança de dignitários. 8 Crimes contra o patrimônio. 9 Noções de primeiros-socorros. 10 Estatuto do desarmamento (Lei nº 10.826/2003): capítulo III (arts. 4º a 10º), capítulo IV (arts. 12 a 20) e capítulo V (art. 25). 11 Relações Humanas. 11.1 Qualidade no atendimento ao público: comunicabilidade; apresentação; atenção; cortesia; interesse; presteza; eficiência; tolerância; discrição; conduta; objetividade. 11.2 Trabalho em equipe.

TÓPICOS DE DIREITOS HUMANOS

Declaração Universal dos Direitos Humanos (adotada e proclamada pela Resolução 217-A (III) – da Assembleia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948). 2 Os Direitos Humanos na Constituição Federal de 1988 (artigos 5º ao 15º).
Continuar lendo

21 de agosto de 2018

Teixeira Concursos

Polícia Civil ES autoriza concurso para delegado (PC-ES)

PC-ES: autoriza concurso para delegado (Polícia Civil ES)

A Polícia Civil do Estado do Espírito Santo anunciou que realizará novo concurso público para a carreira de delegado de polícia da PC-ES, para candidatos de nível superior em direito, com salário inicial de R$ 10 mil. Ao todo, serão 33 vagas para o quadros de servidores efetivos da Polícia Civil-ES.

CURSO ONLINE DELEGADO PC ES

O certame foi divulgada na tarde desta segunda-feira, 20 de agosto, pelo governador Paulo Hartung, durante uma coletiva de imprensa, no Palácio Anchieta, no gabinete do governador. Além da Polícia Civil, o governador autorizou mais 494 vagas, sendo 94 no concurso Detran-CE, 200 no concurso Iases e 200 no concurso Sejus-ES.

Apostilas Polícia Civil do Estado do Espírito Santo - AGENTE DE POLICIA CIVIL

Para participar do novo concurso da Polícia Civil ES 2018 será possuir formação de nível superior em direito. A remuneração inicial da carreira é de R$ 10.058,56. Porém, o cargo conta com três categorias, com 15 referências cada, garantindo ao servidor veterano um ganho final de R$ 18.762,98.

Sobre o Último Concurso Delegado PC/ES – Polícia Civil/ES

A última seleção de delegado da Polícia Civil ES ocorreu em 2013. A oferta foi de três vagas iniciais e a banca organizadora foi a Fundação Professor Carlos Augusto Bitttencourt (Funcab).

A seleção contou com três etapas. A primeira foi composta de provas objetivas e discursivas. Na segunda, avaliação psicológica e testes médicos e toxicológicos, além de teste de aptidão física. Na terceira, curso de formação profissional.

A parte objetiva contou com 80 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de direito constitucional, cinco de direito administrativo, 30 de direito penal / legislação extravagante, 20 de direito processual penal / legislação extravagante e cinco de direito civil

A prova dissertativa contou com um tema jurídico baseado em caso prático, valendo 20 pontos.

Governador do ES autoriza concurso para delegado da PC-ES

Polícia Civil do ES já escolhe banca para demais cargos do certame

Em janeiro deste ano, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, autorizou 173 vagas para o concurso Polícia Civil-ES. O aval contempla sete cargos, sendo seis de nível superior e um de nível médio. A remuneração dos cargos é de R$4.860,80, exceto para o auxiliar de perícia médico legal, que proporciona ganhos iniciais de R$3.449,60.

Confira a distribuição das vagas do Concurso Polícia Civil do ES:


⇒ Escrivão de polícia - 20 vagas
⇒ Perito oficial criminal - 50 vagas
⇒ Psicólogo - 4 vagas
⇒ Médico legista - 15 vagas
⇒ Auxiliar de perícia médico legal - 20 vagas
⇒ Investigador de polícia - 60 vagas
⇒ Assistente social - 4 vagas

O edital dessa seleção deve ser anunciado nos próximos meses.

Fonte: JC Cconcursos
Continuar lendo

20 de agosto de 2018

Teixeira Concursos

Banco Central: Pedido de concurso segue em analise pelo Planejamento

 CONCURSO BANCO CENTRAL - PROCURADOR

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), ainda analisa o novo pedido de edital do concurso Banco Central do Brasil - Bacen, encaminhado no dia 30 de maio. No total, foram solicitadas 220 oportunidades para o quadro de pessoal do BC, sendo 200 são para a carreira de analista do BC e 20 de procurador do BC, De acordo com o órgão, a solicitação anterior era de 800 postos para analista, 150 de técnico e 40 procuradores.

CURSO ONLINE CONCURSO BANCO CENTRAL - PROCURADOR

O déficit de vagas no quadro de pessoal do Banco Central é de 2.356 servidores, sendo 1.944 analistas, 289 técnicos e 123 procuradores. Vale ressaltar que o número pode sofrer alterações a qualquer momento. Existem mais de 2.000 postos vagos, sem contar com as futuras aposentadorias, ou seja, cerca de 36%.

Em entrevista anterior ao jornal JC, o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Dario Piffer, chegou a comentar que o Banco Central não consegue atender a toda demanda e que “essa situação traz problemas de toda a ordem, sendo uma das áreas mais prejudicadas a da fiscalização; por conta disso, o Bacen prioriza somente as demandas consideradas mais importantes".

Sobre os cargos do Concurso Banco Central (Bacen 2018)

A função de técnico do Bacen, não contemplada mais no pedido, se destina aos profissionais que concluíram o ensino médio em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e oferece salário inicial de R$ 6.463,44.

APOSTILAS BANCO CENTRAL - TÉCNICO ÁREA 1 - SUPORTE ADMINISTRATIVO

Já os cargos de analista e de procurador do Bacen aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. Os vencimentos correspondem a R$ 16.286,90 e a R$ 17.788,33, respectivamente.

Vale ressaltar que as remunerações já incluem o valor do benefício-alimentação, que equivale a R$ 458 mensais.
BANCO CENTRAL - TÉCNICO ÁREA 1

Último concurso de técnico e analista do Banco Central (Bacen) 


Em 2013, o Banco Central promoveu seleção com 500 vagas destinadas aos cargos de técnico e analista. Na ocasião, a banca organizadora foi o Cespe/UnB e a remuneração inicial oscilou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

A carreira de técnico apresentou 100 oportunidades e estava dividida entre as áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional. Para concorrer a este emprego o candidato precisou ter ensino médio completo.

Destinado a profissionais de nível superior, o cargo de analista (400) estava distribuído em seis áreas de conhecimentos: análise e desenvolvimento de sistemas, suporte à infraestrutura de tecnologia da informação, política econômica e monetária, contabilidade e finanças, infraestrutura e logística, e gestão e análise processual.

O processo seletivo constou de prova objetiva, teste discursivo e análise de títulos – este último apenas para analista. Depois, houve um programa de capacitação aos candidatos aprovados.

Para este concurso, os profissionais foram lotados em Brasília (DF), Belém (PA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

Concurso Bacen 2018) - Seleção anterior de procurador


O Banco Central publicou em agosto de 2013 um edital com 15 oportunidades para a função de procurador. Do total de ofertas, 14 foram para Brasília e uma para Belém.

Também sob a organização do Cespe/UnB, o processo seletivo avaliou os concursandos por meio de teste objetivo, inscrição definitiva, provas discursivas, exame oral e análise de títulos.

Fonte: JC Concursos

Continuar lendo
Teixeira Concursos

UFES divulga Edital nº 70/2018 de Concurso para Técnico-Administrativos

UFES divulga Edital nº 70/2018 de Concurso para Técnico-Administrativos

UFES divulga Edital nº 70/2018 de Concurso para Técnico-Administrativos do Quadro de Pessoal da Universidade Federal do Espírito Santo. Oportunidades são para os municípios de Vitória - ES e Alegre - ES.


A Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), divulgou o edital nº 70/2018-R, de abertura das inscrições do Concurso Público para provimento dos cargos do Quadro de Pessoal Técnico Administrativo da UFES, para os municípios de Vitória - ES e Alegre, em São Mateus - ES.

O Concurso Público será regido por este Edital nº 70/2018-R, publicado no Diário Oficial da União de 20/08/2018- Seção III - Páginas 50 e divulgado no site eletrônico do concurso UFES: http://www.progep.ufes.br/concurso2018. Será coordenado pelo Departamento de Gestão de Pessoas da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Ufes e pela Comissão Especial Coordenadora do Concurso Público - CECCP, que implementará procedimentos necessários à realização do certame.

Apostila do concurso UFES - Assistente em Administração e Cargos de Nível Médio e Superior.

O presente concurso será constituído de prova objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, sendo que para o cargo Músico também haverá a aplicação de prova prática, de caráter eliminatório e classificatório.

No total, são 14 vagas para os cargos de Técnico de Laboratório - Análises Clinicas (1); Técnico em Mecânica (2); Técnico em Instrumentação (1); Técnico em Radiologia (1); Técnico de Tecnologia da Informação (2); Técnico em Equipamentos Médico - Odontológicos (1); Músico (1); Biólogo (1); Produtor Cultural (1); Médico - Clínico Geral (1); Diretor de Artes Cênicas (1) e Fisioterapeuta (1).

As vagas serão preenchidas em ordem rigorosa de classificação dos candidatos aprovados, de acordo com a necessidade e a conveniência da Ufes, nos locais de trabalho discriminados neste Edital, respeitada a opção feita pelo candidato na formulário de inscrição eletrônico:

I - no campus da Ufes no município de Alegre/ES ou no Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES, situado no município de São Mateus/ES, onde permanecerão por no mínimo 10 (dez) anos nos termos da Resolução nº 43/2005 (alterada pela Resolução nº 40/2009 CUn/Ufes), visando à concretização do Plano de Expansão e Consolidação da Interiorização Presencial da Ufes (CLÁUSULA DE BARREIRA), salvo aprovação em Processo de Remoção Interna (Resolução nº 44/2012-CUn/Ufes) ou remoções ex officio (Lei nº 8.112/90). 

II - nos campi de Vitória/ES. 2.2 Durante a validade do concurso, no interesse da Administração e em casos excepcionais, o candidato aprovado com classificação excedente ao número de vagas previsto no presente Edital, com sua prévia anuência, poderá ser nomeado em localidade de exercício diferente daquela para qual se inscreveu.

A remunerações variam entre R$ 2.446,96 e R$ 4.180,66, entre os níveis Médio/ Técnico e Superior. As jornadas será de 20 a 40 horas semanais. Os profissionais selecionados receberão Auxílio-Alimentação de R$ 458,00.

DA INSCRIÇÃO:

As inscrições serão realizadas no período das 00:00 horas do dia 27 de agosto de 2018 até às 23:59 horas do dia 07 de outubro de 2018 (horário de Brasília), exclusivamente pela Internet, no site eletrônico do concurso UFES - www.progep.ufes.br. O valor da taxa de Inscrição será de: a) R$ 130,00 (cento e trinta reais) para cargos de nível de classificação E, b) R$ 90,00 (noventa reais) para cargos de nível de classificação D.

DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO:

Poderá ser solicitada a isenção do pagamento de taxa, nos termos da Lei nº 13.656, de 30 de abril de 2018, do Decreto nº 6.593, de 02 de outubro de 2008 e do Decreto n. 6.135, de 26 de junho de 2007, por candidato oriundo de família de baixa renda, que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e por candidato que esteja registrado como doador de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde. 6.2 A isenção deverá ser solicitada, no período de 00:00 hora do dia 27 de agosto de 2018 até às 23:59 horas do dia 09 de setembro de 2018, no ato da inscrição no sítio eletrônico do concurso Técnico-Administrativos UFES 2018.

DA PROVA OBJETIVA

Como forma de qualificar os concorrentes inscritos, serão aplicadas as etapas de Prova Objetivas, para todos os cargos, e Prática, para a função de Música.

Para todos os cargos a prova objetiva constará de 40 (quarenta) questões, sendo 20 (vinte) questões de Conhecimentos Gerais (5 questões de Língua Portuguesa, 5 questões de Raciocínio Lógico e Quantitativo, 5 questões de Legislação e 5 questões de Informática) e 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específico

A primeira delas está prevista para o dia 18 de novembro de 2018.

O presente Concurso Público tem prazo de validade de um ano, podendo ainda ser prorrogado por igual período, de acordo com o Edital Nº 70 de 17 de agosto de 2018.
Continuar lendo

Apostilas Opção

LightBlog